Mulher de 75 anos conta qual é o segredo da sua família que nunca ficou doente e nunca tomou remédios químicos

O segredo dessa família é um simples suco que todos tomam em jejum, mas um suco que é pra la de poderoso e ele tem tantas vitaminas, nutrientes e sais minerais, que mantém doenças bem longe, tanto é verdade que essa família, todos que morreram até agora, morrera de velhice natural e com mais de 90 anos.

Às vezes, as soluções mais simples são as melhores, esta receita pode ser muito fácil de preparar, custa quase nada e pode realmente ajudar muito.

Minha vizinha de 75 anos tem uma saúde de dar inveja, e seu segredo é a receita que trouxemos hoje, há muitos e muitos anos, Angelina Roffman, toma esse suco todas as manhãs e não abre mão de iniciar seu dia com seu “antídoto misterioso” como assim, ela chama.

Angelina aprendeu com sua mãe, que aprendeu com seus avós e de geração em geração a receita foi sendo transmitida e o curioso, é que nessa família todos vivem longos anos, e raramente ficam doentes.

Na arvore genealógica da família, consta que até o momento, todos que consumiam a receita diariamente, morreram de velhice. Qual sera o segredo?

Você poderia se perguntar por que alguém gostaria de beber suco de batatas todas as manhãs? Principalmente considerando que o gosto não é um dos melhores.

A resposta é bem simples, embora a receita seja pouco atraente, ela é rica de nutrientes, vitaminas e minerais, e tem o poder de alcalinizar o organismo, como bem sabemos, um corpo alcalino é inadequado para a reprodução das células do câncer.

Embora o suco de batata seja bastante insípido, ele é muito saudável, e está incluído na dieta médica Brey. A qual consiste em manter o corpo alcalinizado.

O suco de batata pode ajudar a estabelecer o equilíbrio ácido do corpo, o que é especialmente importante para nós, principalmente se considerarmos que o modo de se alimentar mudou muito nos últimos anos e como resultado disso, boa parte das pessoas sofrem com as toxinas, desenvolvem obesidade, ansiedade, compulsão alimentar e longos período estressantes.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3